in

Alexandre Frota pode ter salário bloqueado por calote em boate gay

O deputado federal Alexandre Frota, do PSL, pode ter o seu salário bloqueado na Justiça. Ele está sendo acusado de calote por uma empresária e organizadora de festas gays.

VEJA MAIS:



A empresária Nice Pereira diz ter contratado o ex-ator pornô em 2006 para fazer um show durante a Festa do Orgulho Gay de Brasília. Ele teria recebido adiantado R$ 2 mil, mas acabou não aparecendo no evento.

O valor atual cobrado pela Justiça é de R$ 80 mil. E segundo o processo, o deputado é um devedor difícil de ser localizado. “Ele tirou dinheiro de onde até agora? Ganhava da mãe dele? Quem sustentava? Conta no nome dele, ele tem, só não tem movimentação. Ele usava um laranja, com certeza. Não tenho interesse nenhum em prejudicá-lo. Só quero meu direito. Aliás, quero que ele se dê muito bem, e cumpra com as obrigações, incluindo pagar a quem ele deve. É pura falta de interesse e irresponsabilidade”, disse Nice, proprietária da Agita Produções e Promoções de Eventos Culturais Ltda, à Época.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Projeto de Lei quer limitar atletas transexuais no esporte

O livro “Ninguém solta a mão de ninguém” será lançado em São Paulo