in

Bolsonaro quer trocar “genitor” por “pai” e “mãe” nos passaportes para agradar bancada evangélica

O presidente Bolsonaro resolveu trocar o termo “genitor” dos passaportes para “pai” e “mãe”, acabando com a medida tomada como respeito às uniões homoafetivas. A ação serve apenas para agradar a bancada evangélica, e mostrar que o presidente é uma pessoa homofóbica.

VEJA MAIS:



“O nosso Itamaraty aqui, que tem à frente o embaixador Ernesto Araújo, em nosso passaporte nós estamos acabando com a história de genitor 1 e genitor 2, estamos botando os termos ‘pai’ e ‘mãe'”, disse o presidente. O termo “genitor” é utilizado nos formulários para a requisição de passaporte para menores de idade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Ernesto Araújo contra a ideologia de gênero

Ministro de Bolsonaro diz durante live que vai lutar contra a ideologia de gênero na ONU

Instituto de animais notifica produtora de filmes adultos por utilizar um jacaré durante filme