in ,

Cantinho gay em bibliotecas causa polêmica em Portugal

A ideia da criação de uma seção denominada "cantinho gay" nas bibliotecas – voltada para a literatura que contempla a diversidade sexual e de gênero – causou a maior polêmica em Salvaterra de Magos, uma vila portuguesa pertencente ao Distrito de Santarém.

VEJA MAIS:



+ Shopping barra Beijaço, após acusação de barrar e agredir LGBT

A proposta do vereador Luís Gómes, que teve a finalidade de dar visibilidade e incentivar obras com conteúdo LGBT, foi recusada pela maioria e gerou uma discussão calorosa na Câmara.

O presidente da Câmara, Hélder Esménio considerou que a proposta "não faz o menor sentido" e que "abriria um precedente na criação de seções para todos os gostos". Ele frisou que a proposta não deve passar.

Na ideia original, as bibliotecas abririam uma seção voltada para a comunidade LGBT e teriam uma placa que indicaria tais livros, assim como acontece em outros gêneros.

+ Top brasileiro exibe bumbum lindo e irresistível em editorial 

Vale ressaltar que no Brasil, apesar de não ser frequente a seção LGBT, algumas livrarias já adotaram um espaço voltado para tais obras. A Livraria Cultura, localizada em São Paulo, é uma delas.

16 Comments

Leave a Reply
  1. A Livraria Cultura do Bourbon Country em Porto Alegre também tem uma seção voltada ao público LGBT.

  2. A Livraria Cultura do Bourbon Country em Porto Alegre também tem uma seção voltada ao público LGBT.

  3. Não há problema algum haver áreas específicas e temas gerais. Isso não implica que em determinados momentos haja um best-seller, em qualquer área.

  4. Ideia totalmente dispensável, haja vista que a única coisa que a maioria dos gays “lê” é revista de homem pelado ou de fofoca.

  5. Não concordo! Está na hora de sairmos dos guetos e mostrar que somos iguais. Todos os livros deven ficar juntos com os demais… e nada desse cantinho!

  6. É bacana um espaço Lgbt em livrarias pois muitas vezes voce precisa ficar garimpando os titulos e isso leva um tempo enorme. Esse livro do Levithan, Garoto Encontra Garoto é legal, eu nao dava nada por ele mas estou lendo e curtindo. Apesar de ser mais voltado para adolescentes gays. Mas quem arrebenta no quesito literatura gay é o Hollinghrust. Fantastico!

  7. Renard, você nunca entrou num curso superior de humanas?? rsrs bom, país de forte tradição católica é de se esperar.

  8. Achei interessante a iniciativa e sinto falta de um espaço de leitura voltado exclusivamente para o público LGBT no Brasil.

  9. Esse “Daniel” é uma piada…kkkkkkkk. Não sabe de nada, inocente!…kkkk…nada mesmo…kkkkkkk. Não consigo parar de rir…kkkkkkkk.

  10. “Henrique”, fofíssimo: não cansa minha beleza e tente fazer algo de útil em sua vida, algo assim como um curso de tricô e crochê, de sânscrito, de sexo tântrico, de pompoarismo etc

  11. O mais importante da notícia ninguém observou: Enquanto num vilarejo escondido no interior de Portugal, o qual equivaleria aqui a uma cidadela qualquer entre Pernambuco e Ceará, por exemplo, pretende-se criar um cantinho gay na biblioteca local, a qual deve ser menor que minha pequena sala, aqui enfrentamos assassinatos diários de LGBTs, achincalhacões frequentes no congresso nacional e pessoinhas como esse Renard…. É duro viver por aqui! E até ler certos comentários… (R, não se ocupe em me responder, gaste seu tempo de forma mais útil para você! )

  12. “Pierre”, lindinho: se você deu-se ao trabalho de perder seu tempo comigo, nada mais justo que eu perca o meu com você, então vai estudar, trabalhar, aprender a trepar, e acima de tudo aprender a ser gente. Cresça, criança, e não me encha a paciência, por favor!.

  13. nada como frequentar uma boa biblioteca, seja num grande centro urbano, seja num rincão qualquer. Isso pode melhorar pessoas com linguajar pobre, afetado, guetizado a refletir inclusive sobre sua quase inútil existência…

  14. Tudo intencional porque se usasse um vocabulário sibilino, gays perfunctórios e ignaros como você, “Pierre”, jamais conseguiriam entender o que foi dito.

  15. Renard, além de ter opinião formada sobre tudo, as quais julga serem corretas, é capacitista. ps: Pelo visto, seu vocabulário sibilino provém de um dicionário de sinônimos, ps: Vá você fazer curso de sânscrito, pompoarismo(pare este, você precisará de uma transgenitalização primeiro).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Ô, lá em casa! Rodrigo Hilbert vai à praia e dá um show de boa forma

No Dia do Amigo, conheça histórias inspiradoras e emocionantes de amigos LGBT