in

Escola exibe filme com cenas gays em sala de aula e pais denunciam

Foto: divulgação

Durante uma aula de artes da Escola Estadual Maria Constança de Barros Machados, foi apresentado aos alunos, um filme com cenas de relações homossexuais. O assunto virou polêmica nas redes sociais, pais e adolescentes fizeram posts sobre o ocorrido, informando que os alunos foram “forçados” a assistir o filme.

Em uma publicação no Facebook, um pai informou que o filme “Crime Barato” foi apresentado aos alunos. “Um filme de sexo explícito de cunho homossexual, onde os alunos não foram avisados de seu conteúdo. Além de não serem informados, após adentrarem ao auditório os mesmos foram proibidos de sair durante a apresentação e ameaçados pelo responsável caso alguém filmasse ou fotografasse as cenas do repugnante filme”, diz a publicação.

Ao Portal da Educativa, o diretor Miguel Horta disse que a produção apresenta uma visão realista para “por o dedo na ferida” em temas como o mundo LGBT, prostituição e o uso de drogas.

Confira a nota oficial da Secretaria de Educação na íntegra:

A Secretaria de Estado de Educação abriu processo administrativo para apurar a ocorrência relatada pela comunidade estudantil, após exibição de um filme com temática sexual, ocorrida no dia 03 de outubro de 2018, na Escola Estadual Maria Constança Barros Machado.

*Informações retiradas do site: Correio do Estado

2 Comments

Leave a Reply
  1. Tem gente q gosta de dar tiro no próprio pé. Não acho q o momento seja adequado para tal militância sem sentido.O momento é de cautela.

  2. Tá pra nascer um país tão arcaico e hipócrita como esse. Se fosse sexo hétero explícito, esses pais certamente nem ligaria, fingiria que nada teria acontecido. Ainda por cima até incentivaria os seus filhos homens a serem “macho” comendo uma biscate, pra mostrar que tão dando exemplo pra eles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Ex-mulher do cantor Luciano, diz que ele se relacionava com gays e travestis

Travesti é encontrada morta em Maringá