in ,

Ex-integrante do Pânico revela que era vítima de homofobia no programa

O apresentador Erick Ricarte, que ficou conhecido por sua atuação no programa “Pânico” – tanto na Band, que a atração era exibida, quanto na versão de rádio, na Jovem Pan – concedeu uma entrevista reveladora, em que disse ter sido vítima de preconceito pelos demais integrantes do “humorístico”. Ao site “Notícias da TV”, Erick contou que ficou depressivo após ter sido demitido ao vivo do programa que, segundo ele, só lhe pagava uma ajuda de custo de R$ 1.500. O pior, no entanto, eram os ataques à sua homossexualidade e origem. “De fato, eu sou gay, nordestino e gordo, mas no ar eles pegavam muito pesado. Eu tentava levar na esportiva”, declarou ele, que ressaltou ter sido vítima de “ataques homofóbicos, xenofóbicos e gordofóbicos”. Atualmente, Ricarte deu a volta por cima e é sucesso como apresentador do quadro “A Hora da Venenosa”, na TV Atalaia, afiliada da Rede Record em Sergipe.

3 Comments

Leave a Reply
  1. É, inclusive, por atitudes como a da pessoa que se identifica como “Ofrasia” nos comentários que o público LGBT têm avançado de forma lenta na busca pelo respeito e consequentemente da igualdade de direitos. Quando um homofóbico aparece com o argumento de que nem os próprios gays se respeitam, não adianta ir com quatro pedras na mão para cima dele, pois esse tipo de afirmação é uma realidade. Embora não seja algo generalizado, não deixa de ser um fato bastante expressivo dentro da comunidade.

  2. É por causa da hipocrisia e mediocridade de gente que se identifica como “Edgar Bazooka” que faz ativismo barato e trabalha Onde todo mundo sabe onde que o meio gay brasileiro está essa m. que está há anos. Ass.: Zezinha Fancy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Ex-Glee, Kevin McHale exibe corpo musculoso e impressiona

Globo exibe o primeiro beijo gay em uma novela das 18h