in

Homem é atacado na Rua Augusta com chutes e gritos ‘morre, viado’

Um designer gráfico da Folha relatou sobre um ataque que sofreu na Rua Augusta, conhecida como o reduto gay de São Paulo.

VEJA MAIS:



Ele contou que estava assistindo um filme no Shopping Frei Caneca, e quando saiu da sessão, resolveu comer alguma coisa. Como a Rua Augusta é repleta de restaurantes e bares, o designer virou a esquina entre a Rua Augusta e a Rua Frei Caneca, e foi escolher o local onde comeria.

Enquanto ele caminhava distraído, viu que um homem de moletom e boné vinha em sua direção. Ao notar que o homem não iria desviar, ele se escorou na parede e foi quando o ataque aconteceu.

O agressor passou uma rasteira e começou a chutar e gritar: ‘Morre, veado’. Alguns segundo após, o designer conseguiu se levantar e correr para o bar mais próximo, foi quando os funcionários, bem atenciosos, o acolheram e foram averiguar se o agressor ainda se encontrava do lado de fora.

Sem nenhum ferimento, o jovem foi ao 4º Distrito Policial registrar um boletim de ocorrência. E para a sua surpresa, o caso foi descrito apenas como uma “agressão”, sem mencionar o caso de homofobia, que tem sido cada vez mais frequente na região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Nego do Borel faz post pedindo desculpas para Luisa Marilac

David Brazil defende nego do borel

David Brazil resolve defender Nego do Borel e é criticado pelos seguidores