in ,

Mercado de cosméticos se adapta a seus novos clientes: os homens

Vaidade masculina

Com a demanda por produtos específicos, mercado de cosméticos se adapta a seus novos clientes: os homens!

Há uns 10 anos, um a cada 100 brasileiro passou a usar algum tipo de cosmético para retardar o envelhecimento. A nova geração masculina perdeu o preconceito de que homem não usa produtos de beleza. Para eles, cuidados com a aparência e higiene são fatores determinantes para o sucesso profissional". A frase acima é de um dos maiores expert em vaidade do Brasil, João Carlos Basílio da Silva, presidente da ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos) e descreve a recente quebra de tabu social, onde só as mulheres poderiam ser vaidosas.

Nos últimos cinco anos, o mercado brasileiro de cosméticos masculinos avançou mais de 200%, atingindo um faturamento de cerca de R$ 1,6 bilhão em 2006. O país ocupa hoje a quarta posição no ranking do setor mundial. Perfumes e colônias ainda são os segmentos preferidos pelos consumidores, mas nota-se um avanço crescente dos produtos para o cabelo e dos cremes hidratantes.

Tais números deixam claro que os homens passaram a ser um público potencial para a indústria de beleza. Segundo a diretora de marketing da Anna Pegova no Brasil, Maya Maalouf, a empresa se dedica a fabricar produtos específicos para a pele masculina há 20 anos, "pois eles possuem pele mais espessa, têm mais glândulas sebáceas e, por isso, necessitam de formulações adaptadas".

A especialista em dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e membro da Academia Americana de Dermatologia, Dra. Denise Steiner, explica que a pele masculina é mais espessa, oleosa e com maior quantidade de pêlos devido as diferenças hormonais. "Os cuidados são os mesmos. A pele deve ser limpa duas vezes ao dia, em casos de pele oleosa deve-se usar produtos que regulem a produção sebácea, aderir ao uso do filtro solar e realizar tratamentos antienvelhecimento".

Assim como as mulheres reclamam da depilação, muitos homens se queixam de fazer a barba. "O pêlo protege a pele e o ato de barbear funciona como uma massagem que previne o envelhecimento. Proporciona uma boa aparência e sensação de bem-estar. Porém, é um processo agressivo, principalmente se realizado de maneira inadequada ou com produtos de má qualidade. Todos os passos são importantes, desde a preparação da pele até a finalização", orienta Steiner.

Uma barba bem-feita deve começar com uma limpeza cuidadosa, enxaguando e secando bem o local. O produto de barbear, também adequado ao tipo de pele, serve para amolecer os pêlos, facilitando o deslizar da lâmina e diminuindo a irritação da pele. O corte deve ser feito sempre no sentido do crescimento para evitar lesões e é importante que a lâmina esteja em boas condições. Outra dica é não usar formulações que contenham álcool. Compressas geladas de chá de camomila e loções ou cremes podem amenizar as irritações e acalmar a pele.

"Além dos cuidados básicos com a exposição ao sol, boa alimentação e exercícios físicos, os homens contam com inúmeros cosméticos para ajudar a cuidar da aparência, com ativos antienvelhecimento que podem e devem ser utilizados, tais como: ácidos, antioxindantes e neurocosméticos. Cuidados especiais como peeling, preenchimento, toxina botulínica, cirurgia plástica, entre outros, também são interessantes para suavizar sulcos, rugas profundas e atingir outros objetivos estéticos", finaliza a especialista.

Problemas específicos da pele masculina
Acne
A acne é causada pelo entupimento e inflamação dos poros e leva ao aparecimento de cravos, espinhas e até cicatrizes. Existem produtos específicos para limpeza, tratamento, gel secativo e até remédios, mas todos devem ser receitados por um dermatologista. Dicas:
Não esprema cravos e espinhas. Isso só favorece a inflamação e a formação de cistos e caroços.
Evite exposições exageradas ao sol, que só piora a acne. A pele queimada fica mais grossa e isso facilita o entupimento dos poros.
Cuidado com a alimentação. Procure ingerir mais frutas, verduras e legumes e faça pouco uso de alimentos cremosos ou gordurosos (frituras, maionese, creme de leite, etc).

Alergias
A alergia está relacionada tanto à pré-disposição individual como ao número de produtos utilizados no dia-a-dia. A pele pode ficar vermelha, descamativa, com caroço avermelhado e com coceira. As reações alérgicas podem ser as mais diversas desde urticárias, descamação, ferida, entre outras. Avermelhamento e coceira persistentes devem ser avaliados com cuidado por um médico especialista.

* Matéria originalmente publicada na revista A Capa #13 – maio de 2008

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

“Amo minha raça e minha cor”, diz Layla Ken sobre o preconceito racial

Festa de lançamento da revista A Capa na Trash 80’s terá Silvetty Montilla