in

Mister Gay Brasil declara apoio ao candidato Jair Bolsonaro

O representante comercial Rodrigo Pereira que foi eleito Misteer Gay Brasil em 2014 foi mais um gay que decidiu apoiar o candidato Bolsonaro e ir contra a comunidade.

“Eu acho que não é necessário ter ensinamento em colégio, em escolas, falando sobre o que deve ser e o que não deve ser. Eu acho que isso tem que ser na educação familiar, realmente, eu acho que os pais que têm que escolher e acompanhar”, ele disse em um vídeo do partido PSL.

“Ele é rígido sim, ele tem uma firmeza ao falar, só que a gente sabe também que o que ele quer mesmo é manter a ordem e é a ordem que a gente está precisando no país, o respeito à família, independente se é hétero, se é homo, se é afro, se é indiano…”, completou.

9 Comments

Leave a Reply
  1. Ele pode até ser gay, hoje em dia a gente nunca sabe, mas ele fala só por ele, não fala por todos os gays, que isso fique bem claro, principalmente pra ele mesmo.

  2. E desde quando a tal “família” (em particular a tradicional = horror) educa no que se refere aos Direitos Humanos (fora Cidadania, Meio Ambiente, Ceticismo…)? Costuma quase sempre ser exatamente ao contrário. LGBTIs hostilizados ou completamente errado, gênero no falso binarismo e somente mesmo que sexo biológico, mulheres inferiorizadas… é a “educação” da tal “família”.
    A Escola, em particular a Básica, tem papel fundamental ao promover inclusão real, além do pensamento crítico em vez de credulidade. E lembrando que dizer sobre LGBTIs, gênero e mulheres são características básicas, NADA restrito à “educação sexual”, esta última sim importante mas depois de uma maturidade maior.

  3. Eu acho que têm irmãos que abusam de irmãos eu fui vítima disto, pais que abusam dos filhos e até matam este Bolsonaro só para mostrar que não ficou para trás com o caso de incitação ao estrupo com a Deputada Maria do Rosário e as agressões do deputado Jean Wyllys como se diz assim vocês querem me processar sou presidente da republica cargo máximo da nação e para azar deles ele ganhou.

  4. O problema desses LGBTs que apóiam o Jair é que eles IGNORARAM COMPLETAMENTE o fator RELIGIÃO no novo governo. Creio que eles pensam que o Jair vai só perseguir malfeitores e vai deixar pra lá o assunto LGBTs. Porém o Jair foi apoiado pela bancada religiosa que vai cobrar dele medidas com forte teor moral-religioso-anti-gay para o Jair “moralizar” o país. Essa bancada religiosa não tá preocupada com os problemas do país ou com a área econômica, o assunto deles é “questões morais” e a obsessão com a pauta anti-gay. Cadê os gays-amigos do Jair pra ir lá falar com ele e tentar fazer algo pelos LGBTs, na hora de votar nele gravaram até vídeo de apoio e agora sumiram?. A bancada religiosa vai cobrar pauta anti-gay do Jair e os gays-amigos dele vão ficar quietinhos só assistindo?.

  5. Ao apoiar um político assumidamente homofóbico que certamente ajudará os políticos evangélicos na perseguição (disfarçada ou declarada) aos gays, esse idiota está atuando CONTRA os LGBTI’s. Por isso esse títulozinho idiota dele deveria ser cassado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Bruna Marquezine conta sobre o espancamento de um colega gay por causa de política

José Loreto fica constrangido após uma senhora revelar que já viu seu nude