in ,

Na “Parada da Resistência”, 800 mil pessoas marcham pela orla de Copacabana, no Rio

Maior segunda Parada LGBT do país, e uma das mais tradicionais do mundo, a 22º edição da Parada do Orgulho LGBT do Rio de Janeiro coloriu a orla de Copacabana no no domingo 19 e reuniu, de acordo com números dos organizadores, cerca de 800 mil pessoas.

O evento que foi cancelado e remarcado em diversas ocasiões quase não foi realizado em 2017 depois de problemas financeiros e da falta de apoio da prefeitura do Rio, sob a gestão do bispo Marcelo Crivella. 

Contando com a solidariedade de todos, entretanto, centenas de milhares de pessoas fizeram uma belíssima festa no evento que ficou conhecido como a "Parada da Resistência" e que bradou pelo respeito à diversidade e pelo fim do fundamentalismo religioso.

Diversos artistas nacional marcaram presença nos trios elétricos, sem cobrar cachê. Fizeram a animação do público Pabllo Vittar, Preta Gil, Daniela Mercury, entre outros.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments




Cansada de sofrer críticas, Luciana Gimenez pede o fim da “magrofobia” e causa polêmica na web

Circula na web nudes do ator Josh Hutcherson e tamanho impressiona; veja