in ,

Reino Unido proíbe de forma definitiva “cura gay” em seu território

O governo do Reino Unido tomou uma medida necessária que visa diminuir o preconceito em relação às pessoas LGBTs, e determinou a proibição definitiva da chamada “cura gay” em seu território. A sugestão da prática agora passa a ser considerada crime. Antes de tomar essa decisão, foi feita uma pesquisa com aproximadamente 100 mil LGBTs, em que foi constatado um alto número de pessoas que já foram submetidas a esse tipo de tratamento, que mais se assemelha à tortura, em busca de reversão da orientação sexual. Dos pesquisados, 2% admitiram já ter recorrido a cura gay enquanto 5% admitiu já ter recebido ofertas. Entre os que se submeteram a esse tipo de terapia, mais da metade afirmou que a iniciativa partiu de entidades religiosas, 19% de profissionais de saúde e 16% pelos familiares ou demais familiares. Cerca de 40% dos ouvidos disseram ter vivenciado incidentes como ataques verbais ou violência física nos 12 meses anteriores à pesquisa.

VEJA MAIS:



4 Comments

Leave a Reply
  1. Enquanto isso no Brasil corremos o risco de a homossexualidade ser criminalizada, por causa de Bolsonaro e seus aliados, principalmente os pseudocristaos

  2. Hilárico o “Max” dizer “pseudocristãos”. Uns cristãos se acham mais “escoceses” que outros. A questão é EXIGIR a questão LAICA sempre! No Estado, na Educação, junto aos menores e mentalmente vulneráveis, na Ciência (sim até na Ciência muitos religiosos e afins se intrometem com suas sandices).

  3. Marcelo, pelo o que dizem q Cristo pregou, só posso supor q sejam pseudocristaos, pois apenas fomentam a intolerância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Casal gay é açoitado com 80 chibatadas em público na Indonésia

Doença sexualmente transmissível pouco conhecida acende alerta e preocupa OMS