in ,

Resgates – Livro conta histórias de pessoas que testam remédios contra o HIV

No Dia Mundial de Luta Contra a AIDS o escritor e jornalista Rafael Farias Teixeira disponibiliza pela Amazon seu primeiro livro de não-ficção, Resgates: Histórias de quem testa remédios contra o HIV.

+Museu da Diversidade Sexual de SP homenageia vida e obra de Caio Fernando Abreu

Esse livro-reportagem reúne relatos de pessoas que participavam de ensaios clínicos para testar antirretrovirais em 2010. Essas pessoas precisam da ajuda dessas pesquisas para recuperarem a saúde. 
 


O livro é um retrato da luta contra o HIV e contra preconceitos. Teixeira traz um panorama sobre os estudos clínicos com pacientes soropositivos e também conta como essas pessoas se sentiram ao descobrir a nova sorologia, como entraram para suas pesquisas e revelam que seus sonhos e medos que são comuns a muitas pessoas. 
 
“O trabalho feito por Rafael é lindo e bem escrito. Nota-se sua dedicação.Publicações como esta são fundamentais para derrubar conceitos equivocados e esclarecer pontos de desinformação, pois apenas informando e conversando abertamente sobre esse assunto é que poderemos enfim vencer o preconceito e a discriminação da mesma forma que vencemos o vírus”, afirma Ricardo Vasconcelos, Médico Infectologista do SEAP HIV/Aids do Hospital das Clínicas da FMUSP.
 
Teixeira diz que já estava na hora de disponibilizar o livro, e sempre se culpou por não divulgar essas histórias antes. “Acabei me dedicando à ficção, mas as histórias das pessoas que entrevistei ainda têm uma força pungente e mais do que nunca são necessárias. Os preconceitos persistem mesmo com os avanços da medicina”, diz. 
 
Por volta de 36,7 milhões de pessoas no mundo são soropositivas. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Programa de AIDS das Nações Unidas (Unaids) de 2015, 18,2 milhões delas já estão em tratamento com algum antirretroviral. 
 
No Brasil, são 830 mil vivendo com HIV (2015), segundo o Ministério da Saúde, sendo que 55% delas já está em algum tratamento com antirretrovirais. Vale lembrar, que a pessoa não precisa estar necessariamente com AIDS para começar um tratamento com esse tipo de medicação. 
 
No mundo, 1,1 milhão de pessoas morreram de doenças relacionadas a AIDS; no Brasil, foram 15 mil mortes também em 2015.
 
O livro fica disponível gratuitamente na Amazon em formato e-book a partir do dia 2 de dezembro, por cinco dias. Depois passa a custar apenas R$ 3,32.
 
Para baixar o livro acesse: bit.ly/resgateshiv
 

One Comment

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments




Dezembro Vermelho – SP terá mutirão para testagem rápida de HIV nesta quinta

Pastor evangélico autor da “cura gay” pede urgência para projeto contra aborto