in ,

Yank! – O Musical sobre dois soldados que se apaixonam está em cartaz no Rio

O aclamado Yank! – O Musical, produzido pela Silhueta Produções, anunciou sua tão aguardada segunda temporada. Vencedor de quatro categorias na 17º edição do Prêmio CENYM (melhor musical, elenco, canção e melhor cartaz), além de faturar dois prêmios no Broadway World Brazil Awards (melhor direção musical e melhor versão brasileira), ela fica em cartaz no Teatro dos Quatro, no Shopping da Gávea (RJ), com temporada até 2 de maio e sessões nas terças e quartas às 20h.

O espetáculo dos irmãos norte americanos Joseph e David Zellnik traz ao palco duas das coisas mais assustadoras que podem existir: ir para a guerra e apaixonar-se pela primeira vez. Sua inspiração é nos clássicos filmes e peças musicais dos anos 40, com um diferencial: é uma história de amor entre dois homens.

O elenco é formado por Leandro Terra, idealizador e produtor do espetáculo, Fernanda Gabriela, atriz convidada, além de Hugo Bonemer e Betto Marque, que fazem, respectivamente, os protagonistas Stu e Mitch, Dennis Pinheiro, Leonam Moraes, André Viéri, Alain Catein, Bruno Ganem, Robson Lima, Conrado Helt, Cilene Guedes e Rhuan Santos.

"Interpretar um personagem que vive uma relação homoafetiva, pra quem não estiver enfermo, é natural, como deve ser em qualquer história de amor. A dificuldade real está em viver as nuances de um relacionamento que brota em meio a uma guerra, um ambiente de morte e medo constante. A homofobia, como todo preconceito, é uma doença, mas essa o amor cura." – Hugo Bonemer (intérprete de Stu). 

"O que me motiva nesse espetáculo é descobrir, através desses personagens, a possibilidade de amor em tempos de ódio. Sinto que a intolerância, o ódio e a agressão continuam sendo as energias motrizes de nossos corpos. A segunda guerra ainda continua através da intolerância diária em nossas grandes cidades. Parece que não aprendemos nada. Sinto que aceitamos a guerra e sabemos pouco sobre amor e empatia." – Betto Marque (intérprete de Mitch).

"Há alguns anos, eu comecei a procura de alguma peça teatral que tocasse em um tema que acho muito importante trazermos para discussão, para atualidade, para sociedade, que é a Homo afetividade. E foi a partir dessa pesquisa que eu, e um grande amigo, descobrimos YANK! Além de ser uma história linda, passada durante a Segunda Guerra Mundial, onde dois soldados norte-americanos se apaixonam, ainda é um musical. Juntei o útil ao agradável. Este projeto era uma chance de estabelecer um diálogo com toda sociedade carente de representação e que sempre desejou ver os seus sonhos e sua voz trazida à tona, de forma encantadora e digna. Estamos em uma época única da história mundial, em que essa questão, a defesa da homo afetividade, pode ser abordada de maneira direta pois transcende as barreiras de nacionalidade ou de gêneros artísticos, sendo do interesse do grande público. Mas aí esbarrei num grande problema: conseguir patrocínio. Eu já fiz outras produções independentes, pegando dinheiro emprestado ali, pegando do meu mesmo, mas um Musical gasta muito com som, músicos, e etc. De lá pra cá, vinha tentando editais, lei Rouanet, mas tudo sem sucesso. Me veio então o estalo de fazer através de financiamento coletivo. E aí o projeto voltou a andar. A primeira temporada foi um sucesso e agora estamos com a segunda" – Leandro Terra, idealizador e produtor do espetáculo.

Venda pelo https://www.ingressorapido.com.br/venda/?id=5494#!/tickets


 

 

 

 

 

 

 

One Comment

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Alexandre Borges fala sobre vídeo com travestis e diz: “Não entendi o escândalo”

Pela primeira vez, um casamento homoafetivo é celebrado no Copacabana Palace