in ,

Ronnie Von choca ao criticar TV: “partiu para a escatologia e desfile de travestis”

A entrevista que o cantor e apresentador Ronnie Von, de 70 anos, deu a Celso Portiolli ao programa "Domingo Legal", do SBT, no último domingo (24) surpreendeu muitas pessoas da comunidade LGBT.

+ Grupo LGBT rebate críticas de Paulo Gustavo

Tudo porque o artista, que é considerado um dos mais elegantes, criticou a televisão brasileira e utilizou a palavra "escatologia" e "desfile de travestis" na mesma frase para justificar a rejeição.

"Hoje a televisão vai por um caminho muito equivocado. Com algumas exceções, a televisão partiu para a escatologia, a pornografia, para o sangue, peito de fora e desfile de travestis! Eu não tenho talento para fazer isso", afirmou o apresentador do "Todo Seu", da TV Gazeta.

+ Ator do "Portas dos Fundos" fala sobre a importância de sair do armário

Ao tomarem conhecimento das declarações, internautas criticaram o apresentador no Facebook: "Qual é o problema de ter desfile de travestis? Ela é menos gente que você, por acaso?", escreveu um. "Para quem usava um cabelo grande e liso na época da Jovem Guarda e era uma referência gay, Ronnie Von encaretou", alegou outro.

Isso "significa" que ele foi deselegante?


Como seria o homem perfeito para você?
Todo mundo tem um tipo de homem perfeito, algumas pessoas têm algo muito bem definido e específico e outras pessoas menos.

Achar o cara perfeito – ou quase perfeito – nem sempre é uma tarefa fácil quando estamos buscando no lugar errado. E isso deve estar acontecendo com você!

O cara perfeito incluí também o que ele deseja. Se apenas uma noite, um lance rápido, um namoro e até um casamento.

Talvez esteja difícil para você encontrar essa pessoa porque ainda não procurou no Disponivel.com. Com mais de 548.284 homens cadastrados tenho certeza absoluta que o “seu número” está lá te esperando. Clique aqui e comece agora mesmo.

What do you think?

“Tornei-me uma mulher que gosta de se vestir como homem”, diz Lea T

PSDB quer que candidato “kit macho” maneire tom homofóbico e OAB pede punição