in ,

Violência contra gays, lésbicas e trans serão registrados como homofobia e transfobia no Rio

Uma das principais pautas do movimento LGBT no Brasil é criminalizar o preconceito e violência contra lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros equiparando ao crime de racismo, punindo, inclusive, com prisão o agressor. Enquanto essa pauta segue longe do plenário do Congresso, o Rio de Janeiro adiantou-se ao executivo e legislativo federal, e anunciou que passará a registrar violência motivada por discriminação contra LGBTs com os termos de “homofobia”, “lesbofobia” e “transfobia”. O uso desses termos nos boletins de ocorrência é uma alternativa para facilitar os dados estatísticos da violência sofrida por público no capital fluminense. A mudança já foi publicaa na portaria pelo Chefe da Polícia Civil do Rio, delegado Carlos Augusto Leba. Com informações do colunista Ancelmo Gois, de O Globo

PUBLICIDADE

Como seria o homem perfeito para você?

Todo mundo tem um tipo de homem perfeito, algumas pessoas têm algo muito bem definido e específico e outras pessoas menos.

Achar o cara perfeito – ou quase perfeito – nem sempre é uma tarefa fácil quando estamos buscando no lugar errado. E isso deve estar acontecendo com você!

O cara perfeito incluí também o que ele deseja. Se apenas uma noite, um lance rápido, um namoro e até um casamento.

Talvez esteja difícil para você encontrar essa pessoa porque ainda não procurou no Disponivel.com. Com mais de 548.284 homens cadastrados tenho certeza absoluta que o “seu número” está lá te esperando. Clique aqui e comece agora mesmo.

Comments

Leave a Reply
  1. O certo é tipificar o crime no código penal brasileiro. De nada irá adiantar este registro, pois o advogado do criminoso irá arguir está ausência de tipificação penal. Espero estar errado.

  2. O certo é tipificar o crime no código penal brasileiro. De nada irá adiantar este registro, pois o advogado do criminoso irá arguir está ausência de tipificação penal. Espero estar errado.

  3. Mesmo sendo um pequeno passo à frente,já é uma pequena conquista,e,mesmo que demore mais algum tempo,um dia a homofobia será criminalizada no Brasil,mas,para isso,a luta pela criminalização tem que continuar,só depende de nós,LGBTIs,querermos lutar por nossos direitos.

  4. O Rio é mesmo uma cidade cenário. Tudo parece lindo, mas atrás do paredão de prédios suntuosos da orla da zona zul, a coisa é bastante diferente. É obvio que essa ação, com cara de propositiva, não vai dar em nada se não houver alteração legislativa (como osbervado pelo Ruan Prata). Hoje mesmo ACAPA noticia um ministro do STJ dizendo que está cansado de julgar causas da minoria homossexual e que daqui a pouco, ele, hetero, será a minoria!!!! Ou seja, essa é mais uma ação fantasiosa para vender a maravilhosa da cidade do Rio como destino de gays e de seus preciosos bolsos. Deviam é cuidar de evitar toda a violência que acomete essa cidade, maravilhosa, sem dúvida!, mas muito perigosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Tamanho GGG, argentino dotadão faz sucesso ao fazer flexões exibindo a ‘mala’; assista

Jogador de rúgbi é vítima de homofobia por ter “comportamento gay” e pode ficar cego