in ,

Galeria: O poder, a virilidade e o corpaço de David Gandy

Você está prestes a ver um dos modelos de maior poder da indústria da moda. O britânico David Gandy é exemplo de beleza masculina, sensualidade, virilidade e sucesso profissional.

Aos 34 anos, ele carrega títulos como "o mais belo rosto masculino", "o modelo do ano", "Uma das 100 pessoas mais influentes de Londres" e o segundo modelo masculino mais bem pago – 1,4 milhão de dólares.

+ Ui! Boxeadores tiram o calção para revista

A carreira começou aos 21, quando um amigo o inscreveu no concurso do programa This Morning, onde ele ganhou. Sua presença na moda foi tão relevante que ele foi responsável por mudar o tamanho das medidas dos modelos – que até então também eram muito magros.

Gandy foi por muitos anos o principal modelo masculino dos estilistas Dolce e Gabbana, além de ter desfilado e fotografado para milhares de marcas e campanhas. Somente em 2012, foi capa de 16 revistas, 18 editoriais de moda e foi embaixador da marca Johnnie Walker. Sentiu?

+ Os tanquinhos de Mion e Kayky Britto

Nesta semana, seu nome ganhou visibilidade depois que o atleta de saltos ornamentais Chris Mears – que não é assumidamente gay – admitiu ter uma "queda" pelo bonitão. Quem não?

Confira a galeria com cliques fantásticos do gato: 


E, você, tem uma queda por Gandy? 


Como seria o homem perfeito para você?
Todo mundo tem um tipo de homem perfeito, algumas pessoas têm algo muito bem definido e específico e outras pessoas menos.

Achar o cara perfeito – ou quase perfeito – nem sempre é uma tarefa fácil quando estamos buscando no lugar errado. E isso deve estar acontecendo com você!

O cara perfeito incluí também o que ele deseja. Se apenas uma noite, um lance rápido, um namoro e até um casamento.

Talvez esteja difícil para você encontrar essa pessoa porque ainda não procurou no Disponivel.com. Com mais de 548.284 homens cadastrados tenho certeza absoluta que o “seu número” está lá te esperando. Clique aqui e comece agora mesmo.

What do you think?

Hospital rejeita córnea de adolescente morto porque ele era gay

Brasileiros contam experiência de participar (e de levar medalhas) no Gay Games