in ,

Homem é condenado à morte por matar casal gay: “Gays são uma desgraça e merecem morrer”

Um homem de 32 anos foi condenado à morte acusado pelo assassinato de um casal gay em 2010. A decisão foi proferida pela Justiça da Florida, nos Estados Unidos. Peter Adsenew, de 32 anos, afirmou que, para ele, gays são “uma desgraça para o mundo” e “merecem morrer”. Na ocasião do crime, as vítimas, Kevin Adams e Steven Powell, foram mortos pelo criminoso na casa onde moravam em Wilton Manor, na Florida. À época da morte, o casal teria conhecido Peter através do anúncio de um site para entretenimento adulto. O acusado, no caso, era garoto de programa e teve seus serviços contratados pelas vítimas. Pouco tempo depois, o casal convidou Adsenew para morar com eles. Duas semanas depois, o garoto de programa assassinou os dois homens gays. O acusado foi entregue à Justiça pela própria mãe. Com ele, as autoridades encontraram um carro que era do casal, mas os cartões de crédito dos namorados.

4 Comments

Leave a Reply
  1. E ele não é gay? Que grande ordinário! E outra: quando é q gays deixarão de serem tão ingênuos levando quem eles nem conhecem pra dentro de casa?

  2. “Os gays são umas desgraças e devem morrer”, há mais os bens que estavam com ele, são meus e eu os roubei,estranho né?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments




Mulher trans é queimada viva após resistir a estupro coletivo

Leo Dias desabafa e anuncia tratamento para tratar vício em drogas